Achado o túmulo de Shangguan Wan’er

Da Redação | Fotos: AFP/Getty Images | Adaptação web Caroline Svitras

Na primeira quinzena de setembro de 2013, autoridades do Departamento de Relíquias Culturais do noroeste da China anunciaram a descoberta da sepultura construída para Shangguan Wan’er (664-710), perto do aeroporto de Xianyang, Província de Shaanxi. A certeza dos arqueólogos vem das inscrições gravadas na lápide localizada dentro do sepulcro, que está bastante danificado, embora ainda contenha alguns acessórios funerários. Tida como uma das quatro mulheres mais talentosas da antiga China, Wan’er foi secretária da imperatriz Wu Zetian (690-705), administradora de assuntos estatais, concubina do imperador Zhongzong, escritora e poetisa. Porém, no ano de 710 d.C., foi condenada à pena de morte após se envolver em uma conspiração, que visava a um golpe de Estado. De acordo com o jornal China Daily, tanto a tumba quanto o epitáfio são de grande importância para o estudo da Dinastia Tang.

 

Revista Leituras da História Ed. 65