Aquarelas de O Pequeno Príncipe foram leiloadas

As obras pertenciam a Consuelo (1901-1979), esposa de Antoine Saint-Exupéry, aviador e escritor que faleceu aos 44 anos, próximo à costa da Marselha, enquanto efetuava uma missão para preparar o desembarque dos Aliados durante a 2ª Guerra Mundial. Cada qual tem 27,8 cm por 21,4 cm.

Aquarelas de O Pequeno Príncipe foram leiloadas
Foto: Afp Photo / Remy Gabalda

A primeira (na imagem) mostra o menino de cabelos dourados sentado em uma cadeira contemplando o sol que se põe por trás das flores. Já a segunda (na imagem abaixo) traz o pequeno deitado em um jardim de rosas.

Aquarelas de O Pequeno Príncipe foram leiloadas
Foto: Afp Photo / Remy Gabalda

Elas foram vendidas por 500 mil euros, ambas foram pintadas em uma espécie de papel de seda e colocadas sobre papel-cartão pelo próprio Saint-Exupéry, que as usou para ilustrar a edição original do Pequeno Príncipe, escrita em 1942 e publicada um ano depois. Em paralelo, ainda foram vendidos 11 rascunhos preparatórios dos desenhos finais por 104 mil euros (cerca de R$ 385 mil) e uma das últimas cartas do escritor, redigida na véspera de sua morte e endereçada ao amigo Pierre Dalloz, que foi arrematada por 18.200 euros (cerca de R$ 67 mil).

Revista Leituras da História – Ed. 105

Aquarelas-de-O-Pequeno-Príncipe-foram-leiloadas