Descoberto teatro de 2 mil anos em Chipre

Após duas décadas de escavações, arqueólogos da Universidade de Sydney encontraram o teatro construído no século 3º a.C

Foto The Australian Archaeological RT Mission to Paphos, Cyprus


Arqueólogos da Universidade de Sydney que, há duas décadas, realizam escavações em Nea Pafos, cidade sagrada de Afrodite, ao sudoeste da ilha mediterrânea de Chipre, encontraram um teatro construído no século 3º a.C., em frente ao qual também foi revelada a existência de uma estrada romana de oito metros de largura, tida como via principal de acesso a ele.

Embora o sítio arqueológico local abrigue várias relíquias da Grécia antiga, a estrutura que provavelmente ruiu durante o terremoto do ano de 365, já é considerada a mais remota existente por lá. “As colunas de granito procedentes de Tróade, noroeste da Turquia, destacam- se entre as colunatas mediterrâneas. Não é, portanto, surpreendente que Nea Pafos, capital da ilha naquela época, tenha sido construída com a arquitetura romana”, informa o comunicado emitido pela equipe responsável pela escavação que, agora, pretende posicionar o teatro dentro do seu antigo contexto urbano, por meio da compreensão das estruturas circundantes.

Revista Leituras da História | Ed. 91