Krakatoa: saiba tudo sobre a maior explosão da história

Em 27 de agosto de 1883, uma ilha inteira localizada no estreito de Sunda, entre as ilhas de Sumatra e Java foi para os ares na Indonésia. A violenta explosão é considerada a segunda erupção vulcânica mais fatal da História e a 6ª maior do mundo. Saiba mais!

Krakatoa: saiba tudo sobre a maior explosão da história
Foto: Parker & Coward

O estrondo causado pelo vulcão pôde ser ouvido a quase 5 mil quilômetros – a distância entre Nova Iorque e Berlim, por exemplo, não é muito maior do que isso. Marés imensas arrebentaram de encontro às costas de quatro continentes. Ainda, a uma distância de 13 mil quilômetros, puderam-se observar vagas levantadas pelo vulcão, ao explodir. A onda de pressão de ar pôde ser percebida até muito mais longe: circundou a Terra, por várias vezes.

O vulcão desapareceu. Onde antes havia um monte de 800 metros de altura, escancarava-se uma cratera de 300 metros de profundidade e vários quilômetros de largura. Após a explosão, blocos de rocha voaram pelo espaço com ímpetoextraordinário. Fragmentos de rocha caíram em um território igual em extensão a toda a França. Quando caíam sobre uma ilha, cobriam o terreno com uma camada que chegava a ter mais de 30 metros de altura. Uma grande parte do vulcão, porém, desfizera-se em pó sob a força da explosão. As massas de poeira foram lançadas a quase 50 quilômetros de altura e giraram durante quase um ano ao redor da Terra, na estratosfera.

Foram por demais comoventes a perda de vidas humanas: 36 mil homens, mulheres e crianças pereceram diante da fúria explosiva do Krakatoa.

Revista Leituras da História – Ed. 105