Mortes provocadas por policiais crescem 40% no Brasil

Mortes provocadas por policiais crescem 40% no Brasil
Foto: Nelson Antoine/AP

Segundo relatório da Human Rights Watch, o aumento das mortes provocadas por policiais e a superlotação nos presídios são os maiores problemas dos direitos humanos no Brasil. De acordo com o documento, o número de presos cresceu 80% nos últimos dez anos e estão 60% acima da capacidade das prisões. Já em relação ao número de pessoas mortas por policiais, o índice subiu quase 40% em 2014. Em São Paulo foram 494 mortes até setembro de 2016. Por sua vez, o Rio de Janeiro tem a maior taxa de mortes causadas por policiais no Brasil. Entre janeiro e outubro de 2015, 569 pessoas morreram durante operações. Tal montante representa um aumento de 18% em relação ao mesmo período de 2014. “A gente sabe que a polícia no Brasil, no Rio especialmente, atua em um contexto complicado em relação à criminalidade. No entanto, nem sempre as mortes causadas pelos policiais são legítimas, em legítima defesa ou na defesa de terceiros”, diz Maria Laura Canineu, diretora da organização.

Revista Leituras da História – Ed. 104

Mortes-provocadas-por-policiais-crescem-40%-no-Brasil