Unesco busca vestígios de povos pré-colombianos na Guatemala

Da Redação | Foto: Reprodução/Creative Commons | Adaptação web Caroline Svitras

A Unesco prepara missão de arqueólogos subaquáticos para investigar vestígios de inúmeros sítios arqueológicos do povo maia Samabaj, que estão no fundo do Lago Atitlan (na imagem). Descobertos em 1996, supõem-se que os resquícios foram erguidos em uma ilha que submergiu após um desastre natural a cerca de 2 mil anos. “A missão será dividida em três partes, primeiro irá estudar o grau de envolvimento e condições dos restos, em seguida, gerar uma série de iniciativas de apoio regional e, finalmente, trabalhar com a comunidade indígena para propor um plano de gestão da herança que, para ela, é de importância sagrada”, explicou a arqueóloga Maria Helena Barba Meinecke, que irá dirigir a exploração que, por sua vez, não se destina a “alterar quaisquer crenças” relacionadas às “relíquias sagradas”, consideradas Patrimônio Nacional da Guatemala.

 

Quer saber de mais notícias? Garanta a sua revista leituras da História Ed. 105 aqui!